Navegar para Cima

Nossas Notícias

500 pessoas participam do Congresso Marista de Educadores Sociais

Direitos Humanos esteve em pauta do início ao fim do encontro
22/08/2018
Social
Direitos Humanos esteve em pauta do início ao fim do encontro

​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​No ano em que a Declaração Universal dos Direitos Humanos completa sete décadas, reforçamos a nossa reflexão sobre os processos e retrocessos relacionados ao tema no principal evento organizado pelo Social Marista. A 11ª edição do Congresso Marista de Educadores Sociais, que ocorreu no dia 21/8, na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS)​, reuniu cerca de 500 pessoas para refletir sobre as possibilidades de luta em defesa da vida.

Após a abertura realizada pelos educandos do Centro Social Marista Aparecida das Águas e pela atriz Silvia Duarte – que foram aplaudidos de pé pelo público presente –, o presidente da Rede Marista, Ir. Inacio Etges, fez o seu pronunciamento, reforçando a importância do evento para aq​ueles que trabalham em contextos de vulnerabilidade social. Rogério Anele, superintendente dos Colégios e Unidades Sociais da Rede Marista, e Ir. Odilmar Fachi, conselheiro provincial e diretor do Cesmar, também fizeram uso da palavra, dando início à programação oficial do Congresso.

IMG_0790.JPG

Marcos Rolim foi o primeiro palestrante do evento, com o tema: Direitos Humanos ou humanos direitos? Maurício Perondi, que integrou a comissão organizadora do evento e faz parte do Observatório Juventudes da PUCRS, fez a mediação das perguntas do público para Rolim. Ainda pela parte da manhã, um grupo de estudantes do Colégio Marista Vettorello realizou uma batalha de poesia (Slam) no palco do Congresso.

IMG_0926.JPG

À tarde, dois Diálogos marcaram a programação. No primeiro deles, Enfrentamento às violências e Empoderamento e participação de crianças e adolescentes foram os temas trabalhados pelas cientistas sociais Bruna Koerich e Lúcia Flesch. No segundo Diálogo, a teóloga Kathlen de Oliveira e o pedagogo Ricardo Mariz falaram sobre Perspectivas e possibilidades sobre inclusão e gênero.

Duas boas práticas das nossas Unidades Sociais Maristas foram apresentadas à tarde. Andressa Gomes, professora da Escola Marista de Educação Infantil Aparecida das Águas, apresentou um projeto desenvolvido com seus estudantes sobre Direitos Humanos. E Flávia Trindade, educadora social do Centro Social Marista da Juventude, falou sobre ações de inclusão desenvolvidas na unidade.

IMG_1027.JPG

Gustavo Pereira, da PUCRS, foi o mediador dos dois Diálogos. No encerramento, Ir. Odilmar Fachi apresentou a cartilha digital Direitos Humanos no Cotidiano Marista: um compromisso com a missão, elaborada pela Umbrasil. Ela foi disponibilizada para o público por meio de um QR Code.​​​​​​​​​​​​​​​​