Navegar para Cima

Notícias

#FalaAíLucilene

O #FalaAíVettorello desta semana conta a história da Assistente Social Lucilene Stifft.
26/04/2019
Reconhecimento
O #FalaAíVettorello desta semana conta a história da Assistente Social Lucilene Stifft.

​​​​A fim de dar visibilidade para as pessoas que contribuem, diariamente, na missão marista, lançamos o #FalaAíVettorello, que será publicado nas redes sociais e site do Colégio.  O projeto tem como objetivo contar a história dos  educadores e aproximar eles da comunidade escolar, mostrando o seu lado fora da sala de aula. 

O Personagem desta semana é a Assistente Social Lucilene Stifft.

#FalaAíLucilene

Fala Aí Lu.jpg

Nome:  Lucilene da Silva Stifft.

Professor/colaborador de: Assistente Social.

Quanto tempo no Marista Vettorello (ou na Rede Marista): 3 anos e 7 meses.

Como começou na educação? Em 2015, quando terminei a faculdade, fui trabalhar como autônoma em uma escola de educação básica no processo de bolsas de estudos. Lá, me surpreendi muito com as possibilidades do nosso trabalho dentro da área da educação, pois até o momento eu só tinha feito estágio na área da saúde mental. Desta forma, não sabia a importância que o Assistente Social tem dentro dos Colégios.

Qual a sua formação?  Sou formada em Serviço Social.

Quem te inspirou para ser educador? Me surpreendi muito ao conhecer a história de São Marcelino Champagnat, pois me identifico muito com sua audácia e persistência, tendo em vista que saí do interior e construí uma nova vida em outra cidade, sempre lutando e acreditando na realização dos meus sonhos.

Um dia inesquecível em sala de aula foi quando...? Um dia inesquecível foi quando comecei a trabalhar no Marista Vettorello. A acolhida desta equipe e o espírito de família são singulares; conhecer os estudantes e aprender com suas histórias de vida é uma grande oportunidade. Outro dia que posso destacar e que foi muito significativo pra mim, foi a formatura do 3° ano EM ano passado, onde fui a funcionária homenageada.

Partilhe uma dica cultural: é muito interessante conhecermos a história do nosso bairro, conhecer as origens do nome, de como a comunidade se formou e quem foram as pessoas envolvidas. Isso mostra a importância da participação da comunidade e exercício da cidadania.

Quando você era criança, qual era o seu sonho? Meu sonho era fazer uma faculdade, sempre gostei de estudar.

O que gosta de fazer no tempo livre? Gosto de ficar em casa com o meu companheiro e também vou para o interior visitar a minha família.

Deixe um recado para os estudantes do Marista Vettorello: "Nunca deixem de buscar os seus objetivos. É muito melhor tentarmos fazer as coisas, cometer alguns erros do que passar a vida toda imaginando como seria. Eu fui bolsista na faculdade e hoje tenho muito orgulho de contribuir para o acesso à educação de qualidade; este acesso gera milhares de oportunidades de crescimento pessoal e profissional. Admiro todos vocês e aprendo muito todos os dias. Vocês me fazem ser uma profissional e um ser humano muito melhor a cada dia!"​