Navegar para Cima

Notícias

Formação social

01/08/2019
Formação
Eucadores participam de momentos de formação social.

Com o objetivo de realizar uma maior integração entre os educadores e proporcionar uma formação sobre os conceitos do nosso fundador, São Marcelino Champagnat, os colaboradores do Colégio Marista Vettorello realizaram um bate-papo com o Coordenador de Pastoral José Ribeiro. A atividade foi realizada através de dinâmicas e conversas sobre as formas como observamos a vida, como cuidamos das pessoas e de que forma realizamos relações dignas para os nossos estudantes, visando os resultados acadêmicos, a sustentabilidade, o lado social e pastoral de todos que frequentam o nosso Colégio.​DSC_0583.JPG​​Colaboradores realizam momentos de leituras durante a formação. 

Conforme o Projeto Educativo do Brasil Marista, os espaços pedagógicos são todos aqueles que por onde os estudantes/educadores circulam e que podem se constituir em lugar de ensinar-aprender segundo a intencionalidade dos sujeitos e da escola. Da mesma forma que os espaços são pedagógicos, o tempo também é fator que interfere no processo de educação integral. Assim, o tempo de permanência dos sujeitos na escola, criam-se oportunidades de aprendizagens socioculturalmente relevantes e de caráter emancipatório. Deste modo, lugares constituídos de com zelo e carinho possibilitam que eles construam uma relação de amor e de amizade com o Colégio.

Dentro desta perspectiva, dinâmicas de partilhas de conhecimento, leituras e aproximação entre os educadores foram realizadas. Para o Secretario do Colégio Andrei Sparremberger, a atividade foi de suma importância para a compreensão do lado social. “A palestra serviu para desmistificar, porque muitas vezes quando se fala em evangelização se tem uma compreensão muito unilateral, de cunho religioso. Entretanto, não é bem assim, pois antes de ser religioso existe o viés social. Óbvio que um assunto está ligado ao outro, mas não necessariamente quer dizer que para você trabalhar o lado social, precisa estar ligado à igreja".  

A noite foi encerrada com uma confraternização entre os colaboradores, que contou com aperitivos, músicas e brincadeiras. 

DSC_0575.JPGEm uma das atividades, educado​res realizaram a troca de sapatos.